quarta-feira, 11 de junho de 2014

Sobre o Dia dos Namorados!

Olá queridos amigos!

Estamos na Semana dos Namorados..
Muitos casais se declarando nas redes sociais, trocado palavras carinhosas, elogios, presentes..
Outros planejando o que vão fazer nesse dia..
E isso me trouxe uma reflexão!

Amar e ser amado é muito bom..
Mas, e no dia a dia?! Você tem se sentido amado (a) pelo seu companheiro(a), namorado(a), noivo(a)?? Vocês se respeitam ou se engalfinham??
Dizer que ama, que quer perto, que aceita seus defeitos em um único dia do ano é fácil! Dar presentes, trocar palavras de amor nesse dia é muito fácil..

Difícil é viver a dois todos os dias!
Difícil é o dia a dia onde as idéias são contrárias e cada um quer ter sua razão..
Difícil é não querer alguma coisa, mas aceitar por amor ao companheiro que quer!
Difícil é aceitar que aquela pessoa que você ama tenha defeitos que você jamais imaginou que teria!
Difícil é acender a chama do amor diariamente, e não deixar que o relacionamento caia na rotina!
É difícil viver a dois diariamente.. Mas com o amor conseguimos passar por tudo!!

Não devemos dizer que amamos apenas em um único dia.. Mas devemos dizer e principalmente mostrar esse amor através dos nossos atos, todos os dias..
De quê adianta, no dia dos Namorados, mostrar algo que não se vive??
De quê adianta, nesse dia, dizer palavras de amor, se nos outros dias, as brigas, as discussões e as palavras duras e pesadas são constantes??

Amor é vivido diariamente.. Não apenas em um único dia!
Amor precisa ser cultivado, cuidado.. E isso, todos os dias!

"Te amo amor.. Sei que passamos por problemas, mas sei também que o nosso amor é forte, e que juntos, vamos vencer qualquer desafio, qualquer dificuldade! Obrigada por me apoiar, me incentivar, me querer ao seu lado e me amar, do jeito que eu sou, mesmo com esse tanto de defeitos que eu tenho!! Te amo e quero sempre estar ao seu lado pra exercer a função ao qual o Senhor me criou, ser sua auxiliadora!! Amo muito você!!"
Pra meu eterno namorado, meu esposo, meu amor!

Abraços!

Quezia Batista