quarta-feira, 2 de abril de 2014

O que aprender com Caim e Abel!!

Olá queridos amigos!

Abril chegou!!
Nossa, como o tempo tem passado rápido, já estamos no 4º mês do ano!!
E dia 31 completou 2 meses que Deus deu uma virada gigantesca na minha vida!
Uau!! Realmente, o tempo está voando!!

Como disse em posts anteriores, estou fazendo faculdade de Teologia, e tem sido inspirador!
E eu incentivo você que quer se aprofundar no conhecimento das Sagradas Escrituras a fazer, nem que seja um curso básico! Muitas de nossas idéias pré-concebidas caem por terra, e outras novas que estão a luz da Palavra surgem e passamos a ler a Bíblia com mais clareza! Então, se você tem o desejo de ministrar a Palavra, ou quer apenas conhecer um pouco mais, faça um curso de Teologia! É realmente muito bom!!


Hoje, quero compartilhar uma mensagem com vocês, que falou profundamente no meu coração..
Voltei a ler a Bíblia do início, e como é bom, mesmo já sabendo disso, perceber que Deus tem sempre coisas novas, mesmo nas passagens que a gente talvez já saiba "de cor e salteado".. rsrs!

Em Gênesis, capítulo 4, conta-se a história do nascimento de Caim e Abel e também fala das primeiras ofertas ao Senhor. Caim, o primogênito, se tornou lavrador da terra, e Abel, se tornou pastor de ovelhas, cada um trabalhava naquilo que o Senhor os tinha chamado para fazer.
No versículo 3, lemos que, passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra ao Senhor a sua oferta. Abel também, trouxe da primícia do rebanho e da sua gordura.
O Senhor se agradou mais da oferta de Abel e não se agradou da oferta de Caim, e com isso, Caim ficou bastante irado (v. 5). O Senhor não se agradou da oferta de Caim pois ele não separou o melhor dos frutos, ele simplesmente pegou qualquer fruto e levou ao Senhor. O seu coração não quis dar o melhor para o Senhor. Já Abel separou a primícia, ele quis dar ao Senhor o melhor do seu rebanho.

Precisamos aprender a separar o nosso melhor para o Senhor. Quantas vezes nós ofertamos a Ele o "resto", o que sobrou?! Entregamos ao Senhor apenas o que sobrou do nosso tempo, do nosso dinheiro, mas principalmente, do nosso coração. Colocamos tantas e tantas coisas em primeiro lugar que esquecemos que para o Senhor devemos dar o melhor e não o que sobrou!!
Que possamos voltar a ofertar o melhor para o Senhor!

Voltando a história dos dois irmãos, Caim ficou muito irado e a Bíblia fala que descaiu-lhe o semblante (v. 5). E então o Senhor o pergunta: "Porque andas irado, e porque descaiu o teu semblante? Se procederes bem, não é certo que será aceito? Se todavia procederes mal, eis que o pecado jaz a porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo." (v. 6 e 7)

O Senhor quis dizer a ele: "Ei, eu já sei o que está no seu coração, eu já sei que você está intentando matar o seu irmão, Eu sondo e conheço os corações. O pecado está aí, se você deixar ele irá dominá-lo, mas é você quem deve dominar, lute contra isso, lute contra o pecado, lute contra seus desejos violentos, carnais.. Vem, Eu ti ajudo a não deixar o pecado, o seu desejo, dominar você!"

E quantas vezes nós deixamos que o pecado nos domine?! Quantas vezes deixamos que o nosso eu, pecador, orgulhoso, invejoso, sobressaia e faça, sinta ou fale o que não se deve?!
Deixamos que nossos desejos mais carnais sejam prioridades em nós!
Sentimos inveja de alguém que conseguiu um bom emprego, um bom carro, uma boa casa, uma boa família! Ficamos orgulhosos quando estamos com muito dinheiro na conta! Ferimos a quem mais amamos com palavras duras e pesadas!
Deixamos o nosso desejo, o pecado, nos dominar e quando percebemos, já estamos como Caim: "Então disse Caim ao Senhor: É tamanho o meu castigo que já não posso suportá-lo." (v. 13)
E quando paramos, olhamos pra nós mesmos, já estamos perdidos, sozinhos, nos sentindo culpados, sofrendo as consequências e pensando que não vamos conseguir suportar.

Por isso, hoje Deus nos faz um alerta: "O pecado jaz a porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo."

Não vamos deixar o nosso desejo, o nosso EU nos dominar.
Precisamos aprender a dominá-los e isso só com a ajuda do Espírito Santo!
Sem Ele não conseguimos pois a nossa carne é fraca, somos pecadores, falhos, imperfeitos e muitas vezes falamos e fazemos como Paulo: "Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço." Rm. 7: 19.

Precisamos de Jesus em nossa vida, para nos guiar e nos ajudar a dominar a nós mesmos, nos ajudar a dominar sobre os nossos desejos!!

Que Deus os abençoe!
Abraços!!

Quezia Batista: Aprendendo com o Senhor a não deixar meus próprios desejos me dominarem! Quero ser como Cristo!!